Times do Brasil ficaram com 1% da receita dada pela Fifa aos clubes

Os clubes brasileiros ficaram com pouco mais de 1% do dinheiro distribuído pela Fifa por conta do “empréstimo” que os times fizeram de seus jogadores para seleções que disputaram a Copa do Mundo da Rússia.

No total, a Fifa usou US$ 209 milhões (cerca de R$ 804 milhões) de uma receita de US$ 5 bilhões (R$ 19 bilhões) para distribuir parte dos lucros para 416 clubes de 63 países.

O aumento do valor dado aos times foi de 200% em comparação ao Mundial de 2014, no Brasil. Trata-se de uma espécie de compensação por parte da entidade, depois que clubes passaram a se queixar de que são eles quem pagam pelos jogadores e, eventualmente, os recebem depois de uma Copa do Mundo em situação física prejudicada.

Pelas regras da Fifa, quanto maior o número de jogadores fornecidos por um clube ao Mundial e quanto mais tempo ele tenha passado na Rússia por conta do torneio, maior seria o pagamento. Sem surpresas, os dez clubes que mais receberam dinheiro foram justamente os dez mais ricos do mundo e todos eles da Europa, detentores dos direitos dos principais craques da Copa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *