Carro fuzilado: ferido em ação do Exército segue em estado grave

Baleado na ação em que militares do Exército alvejaram um carro, em Guadalupe, na zona norte do Rio de Janeiro, o catador de recicláveis, Luciano Macedo, continua internado em estado grave no Hospital Estadual Carlos Chagas, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (15) pela Secretaria Estadual de Saúde.

De acordo com testemunhas, Luciano tentou ajudar a família do músico Evaldo Santos Rosa, que teve o carro fuzilado por mais de 80 tiros, na última segunda-feira (8), e morreu no local.

Na mesma ação, o sogro do músico, Sérgio Araújo, que estava no banco do carona, também foi atingido por disparos nas costas e nos glúteos. Ele, no entanto, está fora de perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *