Daesh reivindica ataques contra curdos em Raqqa, na Síria

O Daesh reivindicou, nesta quarta-feira (9), um ataque cometido na noite anterior contra um posto de segurança curdo em Raqqa e outro contra veículos curdos perto da cidade síria, confirmando os primeiros atentados jihadistas na região desde que Estados Unidos anunciaram a retirada das tropas americanas do norte da Síria devido a uma iminente invasão turca.

– Turquia anuncia início da ofensiva militar contra curdos na Síria –

Em comunicado, o grupo jihadista informa que, na terça-feira, um de seus combatentes conseguiu atingir “uma posição da inteligência do PKK” — usando o nome da guerrilha Partido dos Trabalhadores do Curdistão para se referir aos curdos — no centro de Raqqa, “onde utilizou metralhadoras e granadas”.

“Após ficar sem munição, detonou um colete explosivo deixando 13 membros mortos e feridos”, narrou o grupo, embora as milícias lideradas por curdos das Forças da Síria Democrática (FSD) afirmem que o ataque não deixou feridos.

Ataque do Daesh em Raqqa

Em outra mensagem, o Daesh (também conhecido como Estado Islâmico) alega ter preparado uma emboscada para quatro veículos “que levavam a bordo membros apóstatas do PKK”, no castelo de Yabur, perto de Al Tabqah, a oeste de Raqqa, causando a destruição dos veículos e “a morte e ferimentos a 12 membros”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *