EUA sabiam sobre ataque iraniano à base aérea no Iraque, diz TV

As tropas americanas no Iraque sabiam sobre o ataque iraniano contra a base aérea de Al-Asad no Iraque, segundo a rede de TV CNN. O local foi atingido por mísseis na quarta-feira (8), em retaliação à morte do general iraniano Qasem Soleimani, no último dia 3.

Reportagem publicada pela CNN neste domingo informou que a tropa norte-americana foi levada para um bunker às 23h (horário local) da terça-feira. Os mísseis atingiram o local após 1h30 da quarta-feira.

O ataque durou cerca de duas horas e não deixou vítimas entre os americanos.  Ainda de acordo com a CNN, “oficiais consideram um milagre” que não tenha morrido ninguém.

Segundo a CNN, uma fonte diplomática árabe alertou o Iraque sobre os ataques depois que autoridades iranianas transmitiram as informações. O Iraque, por sua vez, alertou os EUA sobre quais bases seriam atingidas.

O primeiro-ministro iraquiano, Adil Abdul Mahadi, disse que um representante do Irã enviou uma mensagem oficial ao Iraque de que um ataque a alvos norte-americanos não especificados “havia começado ou começaria” em breve.

Os ataques às bases de Al-Asad, no oeste do Iraque, e de Erbil, norte, foram uma retaliação à morte do general iraniano Qasem Soleimani, líder da Força Quds, tropa de elite das Forças Revolucionárias do país. Ele foi atingido por drones norte-americanos, nos arredores do aeroporto de Teerã.

Na ocasião, o presidente norte-americano, Donald Trump, alegou que Soleimani planejava ataques contra os Estados Unidos. Mas neste domingo, o secretário de Defesa norte-americano, Mark Esper, admitiu que o Pentágono não tinha nenhuma prova concreta de que o general planejava atacar quatro embaixadas dos EUA.

Leia também: Estados Unidos exigem fim dos ataques a bases militares iraquianas

Também neste domingo, bombas atingiram a base militar de Balad, ao norte de Bagdá. Ao menos quatro soldados iraquianos ficaram feridos. Ainda não se sabe, porém, a autoria dos ataques. Nenhum grupo ou país assumiu a autoria.

O ataque ocorreu horas após o líder do Hezbollah, Hassam Nasrallah, dizer que “todas as bases americanas são alvos” durante discurso exibido na televisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *