Preso por chefiar roubo de ouro em aeroporto vai para presídio

homem apontado como mentor intelectual do roubo de 750 kg de ouro no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, em julho do ano passado é transferido nesta segunda-feira (13) para um presídio. Dos seis réus acusados de envolvimento no caso, cinco foram identificados e presos.

Desde que Francisco Teotônio da Silva Pasqualini foi preso em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, ele permanece na delegacia, onde foi montado um forte esquema de segurança.

Policiais do Garra se revezam todos os dias para que a delegacia fique resgardada para o transporte do suspeito. Ele é considerado pela Polícia um suspeito de alta periculosidade e estava na litsa dos presos mais procurados de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *