Vistoria do Depen valida instalação de escâneres corporais em unidades da Agepen

Campo Grande (MS) – Quatro equipamentos de inspeção corporal repassados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) à Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) no início deste ano, foram vistoriados por equipe  do Depen, que esteve em Mato Grosso do Sul, na última semana.

Acompanhados por servidores do Núcleo de Planejamento, Projetos e Convênio da Agepen, os representantes do órgão federal conferiram a correta instalação e funcionamento dos aparelhos na Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da Gameleira, Penitenciária Estadual de Dourados, Estabelecimento Penal de Corumbá e Penitenciária de Três Lagoas.

Os aparelhos contam com a mesma tecnologia utilizada em presídios federais, possibilitando uma inspeção mais eficaz nas pessoas que adentram as unidades prisionais

Além das vistorias, também foi realizada a fiscalização de aquisições anteriores realizadas com recursos oriundos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), na modalidade fundo a fundo, dos anos de 2016, 2017 e 2019. Dentre os materiais adquiridos estão rádios transceptores, móveis, furgões e computadores.

Com as visitas, foi constatado o correto funcionamento dos aparelhos, bem como de outros equipamentos adquiridos, seguindo as diretrizes estabelecidas pelo Depen. Posteriormente, a equipe elaborará um relatório com constatações e detalhes técnicos das inspeções.

“O Depen agora vai oferecer um treinamento para servidores que irão operar esses escâneres corporais, antes deles entrarem em funcionamento”, explicou o servidor do Núcleo de Planejamento, Projetos e Convênio da Agepen, Márcio José da Silva Maciel, que, junto com o policial penal Rafael de Carvalho Eller, acompanhou a equipe do Departamento, formada pelo agente federal de execução penal, Marcel Motta Vieira;  técnico Francisco Helder Macedo Pereira e o analista, Silvio Pinheiro.

Aparelhamento

Os quatro escâneres doados pelo Depen  ao sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul se somaram a outros 28 aparelhos para esse tipo de inspeção já adquiridos pela Agepen, com recursos oriundos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), além de um que já havia sido repassado anteriormente pelo órgão federal, totalizado 33 equipamentos de inspeção corporal.

De acordo com a empresa fornecedora, esse tipo de aparelho é concebido com tecnologia de ponta e baixa dose de raios-X, gastando apenas sete segundos para realizar a inspeção. É capaz de detectar diferentes tipos de objetos, como líquidos, explosivos, drogas, fios metálicos e plásticos, mesmo que introduzido ao corpo.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, as aquisições integram as ações de modernização que o sistema penitenciário de MS vem passando,  possibilitando mais qualidade no desenvolvimento dos trabalhos. “Os aparelhos permitem uma revista sem constrangimentos para quem passa e também para quem realiza o procedimento”, informou.

Conforme o dirigente, estão em andamento processos para aquisição de mais 10 escâneres em esteira, utilizados para vistoriar sacolas e objetos; entre outros aparelhos, reforçando as tecnologias já disponibilizas nos estabelecimentos prisionais.

Tatyane Santinoni e Keila Oliveira, Agepen
Foto: Arquivo Agepen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *