Desemprego fica estável em 25 estados e no DF no 1º trimestre

O desemprego no Brasil ficou estável em 25 estados e no Distrito Federal no primeiro trimestre de 2022, refletindo a estabilidade da taxa média nacional, que foi de 11,1%, segundo dados apresentados nesta sexta-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A única queda da desocupação no período ocorreu no Amapá (14,2%), com resultado 3,3 pontos percentuais inferior ao do quarto trimestre de 2021, segundo a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). 

A coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy, avalia que a queda da desocupação no Amapá ocorre com o aumento do número de pessoas ocupadas e a menor pressão das pessoas sem trabalho que buscam ocupação no estado. “Houve uma queda de 7,3% no número de pessoas na força de trabalho e um aumento de 10,4% no contingente fora da força”, explica ela.

De acordo com o estudo, todas as grandes regiões tiveram taxas de desocupação estáveis na comparação com o último trimestre do ano passado, sendo que o Nordeste (14,9%) se manteve com o maior índice ao longo de todos os trimestres analisados. Já a região Sul teve a menor taxa: 6,5%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *