Palmeiras cede. E coloca multa real para Endrick. R$ 316 milhões. Não a utópica, R$ 527 milhões. Entenda os 40% de desvalorização

O fenômeno de 15 anos poderia assinar primeiro contrato com quem desejasse. Foi fiel ao Palmeiras. Mas seu estafe não aceitou que a multa fosse de 100 milhões de euros. Daí ter sido fixada em ‘apenas’ 60 milhões de euros

O valor de 60 milhões de euros, cerca de R$ 316 milhões, pela multa contratual de Endrick.

Principalmente porque o Flamengo, em fevereiro, estipulou a multa do atacante Petterson, de 18 anos, em 100 milhões de euros, cerca de R$ 527 milhões.

O que aconteceu no Palmeiras, em relação a Endrick foi uma longa negociação.

E, de acordo com um conselheiro muito ligado a Leila e a Anderson Barros, o que foi acordado é ‘realista’. Não utópico.

Nenhum atleta jamais saiu do Brasil por 100 milhões de euros. O atleta mais caro de todos os tempos a deixar o país foi Neymar. O Barcelona gastou 88 milhões de euros.

E ele foi para a Espanha já aos 21 anos.

Endrick, não custa relembrar, completará 16 anos em julho.

O segundo mais caro foi Vinicius Júnior. O Real Madrid pagou 45 milhões de euros. Mesma quantia que o mesmo clube espanhol gastou com Rodrygo, ao Santos.

Ou seja, no entender de Leila Pereira há a realidade e a utopia.

Por exemplo, de nada adiantou estipular a multa de Patrick de Paula em 100 milhões de euros, perto de R$ 527 milhões. 50% dos seus direitos foram vendidos ao Botafogo por R$ 33 milhões.

O estafe de Endrick, a começar por seu pai, sabe que poderia levar o garoto, que completa 16 anos no dia 21 de julho, para qualquer gigante europeu. E assinar o primeiro contrato profissional, virando as costas para o Palmeiras.

Mas o pai da grande revelação quis retribuir a aposta que o clube da Água Branca fez no filho.

E o valor de 60 milhões de reais, R$ 316 milhões, por um contrato de três anos, foi a proposta mais insistente e factível para os representantes de Endrick.

Sem fantasia, a direção palmeirense acredita que, se o atacante repetir as façanhas que fez nas categorias de base, não ficará nem três anos no Palmeiras. Será vendido antes.

Ele só pode ir para o Exterior com 18 anos.

Como clube formador, o Palmeiras tem um contrato até 2025, no valor de R$ 110 milhões, caso ele não quisesse assinar seu primeiro compromisso profissional com a diretoria de Leila Pereira.

Endrick está se firmando na Seleção Brasileira sub-17. 

Neymar, o jogador mais caro a sair do Brasil. Foi por 88 milhões de euros, cerca de R$ 463 milhões ao Barça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *