Justiça determina prisão de bombeiro que atirou em atendente de fast-food na zona oeste do Rio

A Justiça determinou, na noite da última quinta-feira (19), a prisão do bombeiro Paulo César de Souza, que atirou em um atendente de fast-food na Taquara, na zona oeste do Rio. O crime aconteceu no último dia 9 de maio.

Até o fechamento desta matéria, o bombeiro não havia sido encontrado pelos policiais e é considerado foragido da Justiça. O carro de Paulo César foi apreendido na garagem da casa dele. De acordo com apuração da Record TV Rio, o suspeito deve ser entregar hoje na 32ªDP (Taquara).

A vítima, identificada como Mateus Domingues Carvalho, de 21 anos, recebeu alta hospitalar após dez dias internado.

Mateus perdeu o rim esquerdo, sofreu ferimentos no intestino e precisará passar por outras cirurgias para tratar de problemas para andar devido ao ferimento.

De acordo com a tia da vítima, Marcela Costa, Mateus veio de Minas Gerais para o Rio de Janeiro há cinco anos, em busca de mais oportunidades de emprego e estudo. O jovem tem o sonho de cursar medicina veterinária e trabalhava para pagar a faculdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *