Nem gol do título da Champions muda o status de Vinícius Júnior na seleção de Tite. Para jogar, tem de se submeter a Neymar

Com Tite, Neymar joga como quer. Do meio para a esquerda, justo o setor do melhor brasileiro no exterior: Vinícius Júnior. Por isso seu desempenho na seleção é muito abaixo do que no Real Madrid

Cosme RímoliGanhou seis vezes o prêmio Aceesp, como melhor repórter esportivo entre jornais e revistas de São Paulo. Trabalhou 23 anos no Jornal da Tarde. Começou com o blog no UOL, em 2009. Logo se tornou um dos dois mais acessados no esportes do portal. Cobriu ‘in loco’ as últimas sete Copas do Mundo, seis Eliminatórias para a Copa, quatro Copas América, dezenas de finais de Libertadores, Brasileiros e Campeonatos Paulistas. Mundial de Clubes no Japão 2011. O Pan-Americano do México. Três etapas do UFC. Olimpíadas de Londres 2012. Copa das Confederações em 2013. Foi, como enviado especial, a 29 países para cobrir eventos esportivos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *