Prévia da inflação volta a ganhar ritmo e sobe 0,69% em junho

Depois de perder força e subir 0,59% no mês de maio, a prévia da inflação oficial de preços voltou a acelerar e saltou 0,69% em junho, mostram informações divulgadas nesta sexta-feira (24) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Com a variação, o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15) passou a acumular alta de 5,65% em 2022 e de 12,04% nos últimos 12 meses, patamar menor do que o registrado em maio (+12,2%), mas ainda três vezes superior à meta estabelecida pelo governo para este ano.

Diante da recente aceleração dos preços, o BC (Banco Central) já admite que os índices oficiais vão superar a meta estabelecida pelo CVM (Conselho Monetário Nacional) para a inflação em 2022, de 3,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto (de 2% a 5%), pelo segundo ano consecutivo.

No período da pesquisa, a maior influência da inflação partiu dos preços dos planos de saúde – com elevação de 2,99% –, que sofreram reajuste de até 15,5% autorizado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) em 26 de maio, com vigência a partir de maio de 2022. O movimento contribuiu para o salto de 1,27% do grupo de saúde e cuidados pessoais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *