Procurador espanhol pede dois anos de prisão para Neymar

Um procurador espanhol pediu uma pena de dois anos de prisão para o atacante brasileiro Neymar em um caso de peculato aberto contra o atleta e seus agentes por sua transferência em 2013 para o Barcelona, mostrou um documento judicial divulgado nesta sexta-feira (29).

Segundo informações da AFP, Neymar será levado a julgamento de 17 a 31 de outubro. O jogador e os ex-presidentes do Barcelona Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu serão julgados por suposto crime de corrupção entre particulares e fraude pela transferência do jogador do Santos para o Barça em 2013.

Todos eles serão julgados por suposto crime de corrupção entre particulares, enquanto os dois ex-presidentes do Barça também responderão por um crime de fraude.

Por essa acusação de fraude, espera-se também que compareçam o ex-clube de Neymar no Brasil, o Santos, e seu ex-presidente Odilio Rodrigues Filho, de acordo com a ordem judicial que declarou a abertura do julgamento oral.

O caso decorre de uma denúncia do grupo brasileiro DIS, ex-proprietário de parte dos direitos do jogador e acusação particular neste caso, que se considera prejudicado na transferência do atual atacante do PSG para o Barcelona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *